Comportamentos prevencionistas: como o MAPA ajuda as empresas na gestão de risco?

Comportamentos prevencionistas: como o MAPA ajuda as empresas na gestão de risco?

Não é novidade que as empresas têm de lidar com riscos diariamente. Independentemente de eles serem físicos, psicológicos, ergonômicos ou de outra natureza, o ideal é apostar na prevenção, de forma a evitar comportamentos de risco potencial.

Uma maneira de incentivar, cada vez mais, os comportamentos prevencionistas é usar dados preditivos. O MAPA, por exemplo, é um teste de personalidade, aprovado pelo CFP, que possui escalas corporais e de risco. A ferramenta pode avaliar os comportamentos de risco de uma pessoa, como a tendência a ser imprudente ou não seguir as regras. O MAPA também é um instrumento capaz de identificar comportamentos de risco antes mesmo que eles possam causar danos à organização, como acidentes típicos e atípicos.

Neste Abril Verde, venha com a gente ter acesso a conteúdos que visam à segurança do trabalho e a prevenção de doenças ocupacionais/do trabalho e acidentes laborais!

Comportamentos prevencionistas: como o MAPA ajuda as empresas na gestão de risco?

Abril Verde na prevenção de doenças e acidentes de trabalho

O Abril Verde, celebrado anualmente em 28 de abril, é uma oportunidade para que as empresas se conscientizem sobre a prevenção de doenças e acidentes de trabalho, de forma a manter a qualidade de vida dos trabalhadores e garantir a segurança como um todo.

A prevenção de doenças e acidentes é essencial para garantir que as pessoas tenham um ambiente de trabalho saudável e seguro. Mas como prevenir? Com dados preditivos do teste de personalidade, por exemplo, a organização pode desenvolver estratégias com base em medidas de segurança, de acordo com os gargalos encontrados.

As medidas podem incluir uso de equipamentos de proteção individual, treinamentos para os colaboradores e manutenção dos equipamentos. É importante, ainda, que as empresas invistam em programas de prevenção para garantir que os colaboradores desempenhem suas tarefas com segurança.

Por que a gestão de risco é importante?

A gestão de riscos é uma parte essencial quando o assunto é prevenção de acidentes. Ela é usada para identificar, avaliar e controlar os riscos presentes no ambiente de trabalho. É possível afirmar, por exemplo, que ela começa com a avaliação de riscos e, uma vez que eles são identificados, precisam ser classificados, controlados e monitorados.  A partir daí, a organização pode implementar medidas de prevenção eficazes. 

Além disso, ela é importante para conscientizar os funcionários sobre os riscos presentes e para garantir que as práticas de segurança sejam eficientes.

Veja sobre o papel da análise de risco na segurança do trabalho!

E o comportamento prevencionista?

O comportamento prevencionista nada mais é do que uma forma de gestão de riscos que visa à prevenção de problemas e incidentes antes que eles aconteçam. O objetivo, então, é reduzir a possibilidade de falhas e maximizar os resultados a longo prazo, proporcionando benefícios como redução de custos, melhoria da qualidade e aumento da produtividade. 

Existem diversos princípios fundamentais para o comportamento prevencionista, tais como: 

Identificação de riscos

É importante identificar os riscos existentes e potenciais para avaliar a necessidade de ação preventiva.

Planejamento

É necessário desenvolver um plano detalhado de ações para minimizar os riscos.

Monitoramento

Vale a pena monitorar continuamente as ações para alcançar os melhores resultados.

Treinamento

É crucial investir no treinamento dos colaboradores  sobre os procedimentos e as práticas de segurança para garantir que eles estejam preparados para lidar com os riscos existentes.

Avaliação

É preciso avaliar regularmente o desempenho para garantir que os objetivos sejam alcançados.

Ação

Não menos importante, é necessário tomar medidas imediatas quando incidentes acontecerem e estudar as causas para evitar que eles voltem a acontecer.

No quesito ambiente de trabalho, o comportamento prevencionista diz sobre identificar riscos para, assim, adotar medidas para preveni-los ou, no mínimo, minimizá-los. Nesse sentido, ele envolve a implementação de protocolos de segurança, realização de treinamentos, ações com foco na saúde emocional, incentivo ao uso de equipamentos de proteção, entre outras medidas.

Entenda também qual é o papel do RH na prevenção de riscos de riscos e acidentes de trabalho

Como o MAPA ajuda as empresas na gestão de risco?

A princípio, o teste de personalidade MAPA é uma ferramenta valiosa para as empresas, tendo em vista que podem ajudá-las na gestão de riscos e na prevenção de doenças/acidentes de trabalho.

Isso porque o instrumento pode identificar quais as características dos indivíduos facilitando o entendimento do fit com a função. Isso além de fornecer informações sobre seus comportamentos e estilos de trabalho. Essas informações permitem seleções mais assertivas, o que é um dos pontos essenciais para um ambiente de trabalho mais seguro.

O teste de personalidade também pode revelar se um colaborador é impulsivo, se tem um temperamento instável e tende a agir de maneira arriscada. A partir desse levantamento, os empregadores ficam mais aptos a tomarem decisões sobre quem selecionar para determinadas funções e quais medidas de segurança adotar para garantir um ambiente seguro. 

Além disso, o MAPA pode auxiliar as organizações na identificação de colaboradores que são propensos a agir de maneira imprudente. Isso permitirá que os empregadores tomem medidas preventivas para garantir que esses erros não levem a ferimentos, doenças ou acidentes. 

Em suma, com o MAPA e seus dados preditivos, podem evitar acidentes e, assim, construir um ambiente de trabalho sadio e seguro.

Converse com um especialista para saber mais sobre comportamento prevencionista e como o MAPA traz dados seguros e confiáveis para te ajudar na prevenção de doenças e acidentes de trabalho!
Por fim, aproveite e veja também esse conteúdo sobre percepção de risco para evitar acidentes!