5 ferramentas para usar na Gestão Ocupacional da sua empresa

5 ferramentas para usar na Gestão Ocupacional da sua empresa

A gestão ocupacional é uma área de extrema importância em qualquer tipo de empresa, já que pode trazer diversos benefícios, como redução do absenteísmo, aumento da produtividade, redução de acidentes de trabalho e melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores. 

Além disso, a gestão ocupacional também pode contribuir para a imagem da empresa, demonstrando um compromisso com a segurança e saúde dos trabalhadores e com a responsabilidade social e ambiental. 

Mas, para garantir que ela seja eficiente, é preciso utilizar as ferramentas adequadas. O problema é que muitos gestores ainda têm dúvidas sobre quais instrumentos devem utilizar para realizar uma gestão de excelência.

Sabendo disso, continue a leitura e confira 5 ferramentas para usar na gestão ocupacional da sua empresa!

O que faz a área de gestão ocupacional?

A gestão ocupacional é uma área que estuda e gerencia os riscos presentes no ambiente de trabalho e busca garantir a saúde e segurança dos trabalhadores. 

Na verdade, é responsável por identificar e avaliar os riscos ocupacionais e desenvolver medidas de prevenção e proteção para garantir um ambiente de trabalho seguro e saudável. 

Além disso, a gestão ocupacional também trata das questões relacionadas à saúde ocupacional dos trabalhadores, como o acompanhamento de exames médicos periódicos e a identificação e tratamento de doenças relacionadas ao trabalho. 

Ou seja, é uma área muito importante para as empresas, pois uma boa gestão ocupacional contribui para a redução de acidentes e doenças ocupacionais, além de aumentar a produtividade dos colaboradores.

Clique AQUI e veja 10 atitudes responsáveis na Gestão de Saúde e Segurança para a sua empresa.

5 ferramentas para utilizar na área de gestão ocupacional

Identificação de riscos por meio da avaliação da personalidade

5 ferramentas para usar na Gestão Ocupacional da sua empresa

Uma das ferramentas mais importantes é a identificação de riscos. É importante realizar análises dos trabalhos realizados pelos colaboradores para identificar situações de exposição a riscos, tais como tarefas que demandam muito esforço físico, ambientes insalubres, entre outros.

Hoje em dia, existem testes de personalidade que podem contribuir para a identificação de traços que possam estar associados a riscos ocupacionais na área de gestão ocupacional.

MAPA Personalidade, por exemplo, é uma ferramenta valiosa para as empresas. Afinal, ele pode ajudá-las na gestão de riscos e na prevenção de doenças/acidentes de trabalho.

O instrumento identifica quais as principais características dos indivíduos, fornecendo às organizações informações sobre seus comportamentos e estilos de trabalho. 

O MAPA pode revelar se um colaborador é impulsivo, se tem um temperamento instável e tende a agir de maneira arriscada. Da mesma maneira, pode auxiliar as organizações na identificação de colaboradores que são propensos a agir de maneira imprudente.

A partir desse levantamento, os empregadores ficam mais aptos a tomarem decisões e elaborarem medidas de segurança para garantir um ambiente seguro. 

Em suma, com o MAPA Personalidade, com seus dados preditivos e científicos, podem evitar acidentes e, assim, construir um ambiente de trabalho sadio e seguro.

Veja também sobre avaliação psicológica para empresas de risco grau 4.

Avaliação psicossocial na gestão ocupacional

avaliação psicossocial também tem uma relação direta com a área de gestão ocupacional, já que pode fornecer um panorama mais completo sobre a saúde mental e emocional dos trabalhadores. Isso pode contribuir para a identificação e prevenção de riscos psicossociais no ambiente de trabalho, tais como o estresse, a ansiedade e a depressão.

Inclusive, vale ressaltar que a avaliação psicossocial não deve ser usada isoladamente, mas sim como uma ferramenta complementar às demais estratégias de gestão ocupacional. Por exemplo, a identificação de riscos, a implementação de treinamentos e a adoção de equipamentos adequados. 

Inventário de Avaliação Psicossocial

Na MAPA Avaliações, usamos o Inventário de Avaliação Psicossocial. Ele é um instrumento que consiste em um questionário de autoavaliação que investiga características pessoais como saúde e bem-estar. A ferramenta também inclui características estruturais da organização do trabalho associadas com recursos fornecidos e demandas de diversas naturezas do trabalhador.

Implementação de treinamentos periódicos

Aqui, o objetivo é que os colaboradores possam compreender os riscos pertinentes às suas atividades, bem como quais são as medidas de proteção necessárias para garantir a sua saúde e segurança. Os treinamentos podem envolver desde o uso correto de equipamentos de proteção individual até técnicas para lidar com situações de emergência e prevenção de doenças ocupacionais.

Adoção de equipamentos adequados na gestão ocupacional

A aquisição de equipamentos adequados também garante a proteção dos colaboradores no ambiente de trabalho. O uso de dispositivos de proteção coletiva e individual, adequados ao tipo de atividade laboral, contribui para reduzir o número de acidentes ocupacionais.

Confira o e-book Gestão de Saúde e Segurança no Trabalho e diminua o índice de acidentes e doenças ocupacionais na sua empresa!

Automatização de processos

Automatizar processos, como o preenchimento de informações de saúde ocupacional, pode reduzir a possibilidade de erros e agilizar o sistema de gestão ocupacional. Além disso, pode fornecer um panorama mais completo sobre a saúde ocupacional dos trabalhadores, tornando mais fácil a identificação de problemas e adoção de medidas preventivas.

Nesse sentido, a automatização de processos pode ser feita por meio de softwares específicos, que ajudam a mapear riscos presentes na rotina de trabalho e auxiliam na tomada de decisões.

Por fim, solicite uma apresentação da MAPA Avaliações para entender mais sobre a gestão ocupacional e a prevenção de acidentes!