Avaliação Psicossocial como ferramenta de gestão: como tomar decisões baseadas em dados confiáveis

Avaliação psicossocial

No mundo empresarial, a gestão eficiente é essencial para o sucesso e crescimento sustentável de uma organização. A tomada de decisão embasada em dados confiáveis é um dos pilares fundamentais para alcançar resultados positivos. Nesse contexto, a Avaliação Psicossocial surge como uma ferramenta que permite aos gestores obterem informações sobre fatores que influenciam a relação dos seus colaboradores com o trabalho, tornando possível a implementação de estratégias mais precisas e eficazes.

Neste artigo, exploraremos como a Avaliação Psicossocial pode ser utilizada como instrumento de gestão para tomar decisões mais embasadas.

O que é Avaliação Psicossocial?

A Avaliação Psicossocial é uma análise aprofundada sobre diversos fatores como os psicológicos e sociais. Ela envolve a coleta de informações sobre habilidades, competências, personalidade, comportamento no ambiente de trabalho, relações interpessoais e outros fatores relevantes. Esses dados são obtidos por meio de entrevistas, questionários, testes e observações diretas, sempre com o objetivo de compreender melhor o perfil psicossocial dos colaboradores.

Saiba mais: Avaliação psicossocial: o que é, como funciona e como aplicar.

A importância da Avaliação Psicossocial na gestão

Conhecimento do Capital Humano

A gestão de uma empresa não deve ser focada apenas nos resultados financeiros, mas também no capital humano. Conhecer as competências, motivações e limitações de cada colaborador é essencial para alocá-los nas funções mais adequadas às suas habilidades, maximizando seu potencial e promovendo o engajamento.

Prevenção de conflitos e estresse

Através da Avaliação Psicossocial, é possível identificar possíveis fontes de conflito no ambiente de trabalho, bem como indicadores de estresse entre os colaboradores. Ao agir preventivamente nessas situações, a gestão pode criar um ambiente mais saudável, favorecendo a harmonia entre os membros da equipe e aumentando a produtividade.

Apoio na tomada de decisões

Quando se trata de decisões complexas, como promoções, redistribuição de funções ou mesmo desligamentos, a Avaliação Psicossocial fornece dados objetivos para apoiar a gestão em suas escolhas. Em vez de depender apenas de intuições, a empresa pode tomar decisões baseadas em informações sólidas e imparciais.

Promoção da cultura organizacional

Ao conhecer melhor seus colaboradores, a empresa pode alinhar sua cultura organizacional às características de sua equipe. Isso ajuda a criar um ambiente de trabalho mais positivo e fortalecer a identidade da empresa, aumentando a satisfação dos funcionários e reduzindo a rotatividade.

Confira: Avaliação comportamental x avaliação psicossocial: qual a diferença?

Avaliação Psicossocial: tomando decisões por meio de dados confiáveis

A avaliação psicossocial desempenha um papel fundamental como facilitadora na tomada de decisões baseadas em dados confiáveis dentro de uma organização. Ela busca compreender como diversas dimensões da vida dos colaboradores interagem entre si e refletem na relação com o trabalho, fornecendo informações valiosas que podem orientar as decisões dos gestores.

A coleta de dados na avaliação psicossocial pode utilizar diversas técnicas e instrumentos, como entrevistas estruturadas, testes psicométricos, observações comportamentais e questionários específicos. Essa combinação de métodos ajuda a ter uma visão aprofundada do perfil de cada indivíduo, minimizando o viés pessoal e garantindo imparcialidade nas avaliações.

Vantagens

Uma das principais vantagens da avaliação psicossocial é a identificação abrangente de como diversas dimensões interagem entre si e reverberam nas dinâmicas presentes no ambiente de trabalho. Com o conhecimento das habilidades e limitações de cada um, os gestores podem tomar decisões mais inteligentes ao atribuir responsabilidades, identificar sinais de tensão/estresse em colaboradores, ter insights sobre desafios específicos em determinadas áreas. 

Além disso, a avaliação psicossocial é útil para prever a aderência dos trabalhadores em determinadas funções. Com base nos dados coletados, os gestores podem fazer projeções sobre a aderência dos colaboradores em diferentes cenários, auxiliando na tomada de decisões estratégicas.

Mais benefícios

Outro benefício importante é o suporte fornecido para estratégias de diagnósticos organizacionais, projetos de intervenção voltados a desafios específicos de determinado setor. A avaliação psicossocial aponta as necessidades individuais de cada indivíduo, permitindo que os gestores planejem programas de capacitação personalizados, visando o crescimento pessoal e coletivo, prezando pelo bem-estar no ambiente de trabalho.

No aspecto da gestão de conflitos e ambiente de trabalho, a avaliação psicossocial também desempenha um papel relevante. A identificação precoce de possíveis fontes de conflito e estresse entre os trabalhadores possibilita a implementação de medidas preventivas para criar um ambiente de trabalho mais saudável e produtivo.

Adicionalmente, a avaliação psicossocial pode ser empregada durante o processo de recrutamento. Ao considerar dados psicossociais dos candidatos, as decisões de contratação se tornam mais acertadas, selecionando profissionais que apresentam maior potencial de aderência à cultura e às necessidades da empresa.

Em conclusão, a avaliação psicossocial se mostra como uma ferramenta para facilitar a tomada de decisões baseadas em dados confiáveis. Com informações coletadas de forma sistemática e imparcial sobre os colaboradores, os gestores podem entender melhor suas competências, motivações e características individuais. Isso possibilita decisões mais embasadas relacionadas à alocação de recursos humanos, desenvolvimento profissional, gestão de conflitos e processos de recrutamento, aumentando a eficiência e eficácia das decisões tomadas pela empresa.

Acesse: Quando a avaliação psicossocial é obrigatória?

O Inventário Psicossocial da Mapa

Para a Mapa, a avaliação psicossocial poderá ser aplicada para toda a organização que considera o fator humano e subjetivo como pontos centrais da estrutura de trabalho. Essa avaliação poderá contribuir de forma efetiva para a prevenção de acidentes de trabalho, mas, principalmente, para a manutenção da saúde e qualidade de vida do colaborador dentro do seu contexto laboral.

A partir dos dados oferecidos por esta metodologia, é possível identificar aspectos tanto emocionais, como do ambiente organizacional e social no qual o trabalhador está inserido que podem aumentar a probabilidade do adoecimento, mas também identificar estratégias que possibilitam a satisfação no trabalho e identificação enquanto sujeito social.

Veja ainda: Relação entre o estresse ocupacional e a prevenção de acidentes: como a avaliação psicossocial pode identificar e intervir precocemente?

O Inventário

O objetivo do Inventário Psicossocial da Mapa é avaliar o indivíduo com base em diversas dimensões sociais, como situação familiar, qualidade de vida, saúde e bem-estar, relacionamentos e vida profissional. Ele identifica se esses contextos sociais têm ou não um impacto na saúde emocional do sujeito e em sua capacidade de desempenhar suas tarefas. Veja só:

Saúde e bem-estar

O objetivo da avaliação é verificar diferentes aspectos da saúde física e mental que podem interferir no desempenho do trabalho.

Identidade

Analisa os fatores que influenciam na conexão do profissional com sua atividade laboral e com as expectativas e objetivos que tem em relação a uma organização..

Relações com grupos sociais externos

Examina os fatores da vida doméstica que causam algum impacto negativo na dinâmica de trabalho e o contrário.

Relações interpessoais com grupos internos

Analisa experiências no âmbito laboral em relação a colaboradores de distintos níveis e situações organizacionais.

Competências emocionais e cognitivas

Analisa as formas de demonstrar interesse ou preocupação que o indivíduo e a organização têm um pelo outro.

Condições e estrutura de trabalho

Analisa emoções e comportamentos como possibilidade destes contextos impactarem ou não em sua saúde emocional e na capacidade de execução da tarefa.

Leia também: O que é risco psicossocial e qual a  importância de avaliá-lo?

Benefícios da ferramenta
  • Ferramenta online;
  • A abrangência do trabalho engloba todas as atividades e requer a compreensão das interações entre tarefas, organização da jornada, intensidade, relações interpessoais, fatores externos e psicológicos, habilidades, valores, crenças e desejos do indivíduo.
  • Ajuda na prevenção de riscos psicossociais;
  • Ajuda na prevenção do adoecimento emocional;
  • Fornece informações preditivas para auxiliar na tomada de decisões estratégicas, com ênfase na saúde e bem-estar dos funcionários;
  • Há a possibilidade de integrar os resultados com o Mapa Personalidade, permitindo a avaliação do indivíduo como um todo;
  • A habilidade de avaliar tanto os aspectos individuais quanto as condições de trabalho da organização em um único instrumento.

Com o Inventário Psicossocial da Mapa, você pode visualizar relatórios interativos que mostram os resultados relevantes para avaliar se o colaborador tem ou não as condições psicológicas necessárias para desempenhar a função.

Converse com um especialista!