Como o desenvolvimento organizacional impacta na contratação de colaboradores?

Como o desenvolvimento organizacional impacta na contratação de colaboradores?

Se você chegou até aqui, provavelmente está buscando se aprimorar e se destacar no competitivo mercado atual, seja aprimorando os processos de recrutamento e seleção, otimizando a comunicação interna ou buscando eficiência em outras áreas de negócio. É inegável que toda empresa aspira se estabelecer e ser reconhecida como líder em sua área de atuação.

Contudo, a grande questão que permanece é: como alcançar esses objetivos e se desenvolver da melhor maneira possível? Infelizmente, não existe uma fórmula mágica. Porém, há algumas estratégias e práticas indispensáveis que podem impulsionar as empresas a manter um ritmo de crescimento estável e sustentável, como a implementação de uma cultura de desenvolvimento organizacional sólida.

Continue a leitura para saber mais!

Antes disso, confira: Guia Completo De Assessment

Desenvolvimento organizacional e recursos humanos

O desenvolvimento organizacional é, sem dúvida, uma estratégia essencial para que as empresas possam alcançar seus objetivos de forma eficaz. Ele envolve não apenas acompanhar as tendências do mercado e se adaptar às mudanças globais, mas também focar na melhoria contínua dos processos internos para garantir um funcionamento eficiente.

No entanto, o conceito de desenvolvimento organizacional se expandiu e agora abrange uma variedade de práticas que visam otimizar a performance geral da empresa. Isso inclui a implementação de uma cultura de inovação, a promoção do engajamento dos funcionários, o investimento em treinamento e desenvolvimento de talentos, e a construção de sistemas de trabalho flexíveis e ágeis.

Além disso, em um mundo cada vez mais digitalizado, o desenvolvimento organizacional também engloba a adoção e integração de tecnologias emergentes. Isso pode variar desde o uso de ferramentas de colaboração online e plataformas de gerenciamento de projetos, até a implementação de soluções de inteligência artificial e análise de dados para impulsionar a eficiência operacional e a tomada de decisões baseada em dados.

Em outras palavras, para alcançar o desenvolvimento organizacional, é necessário identificar a situação atual da empresa, o perfil e habilidades de seus colaboradores e, a partir disso, quais as melhores formas de alinhá-los à cultura organizacional e aos objetivos da sua empresa.

Valores, cultura e crescimento organizacional

Entender os valores e a cultura da sua organização é um dos primeiros passos cruciais rumo ao crescimento sustentável. A empresa que deseja evoluir deve estar plenamente ciente de seus fatores internos e externos, permitindo uma disseminação eficaz de seus objetivos e metas.

Ao compreender completamente esses fatores, a organização estará mais apta a se adaptar às mudanças e necessidades emergentes, bem como melhor equipada para lidar com as adversidades e desafios que inevitavelmente surgirão.

O Papel estratégico do Recursos Humanos

O setor de recursos humanos desempenha um papel estratégico vital na empresa. Mais do que apenas contratar ou demitir pessoas, o RH deve ter uma visão holística que englobe os interesses e objetivos da empresa. Eles atuam como facilitadores de comunicação entre a gestão e o pessoal, ajudando a alinhar os objetivos e metas da organização com as necessidades e aspirações dos colaboradores.

Adicionando valor

O RH também tem a responsabilidade de gerir o talento dentro da empresa, garantindo que os colaboradores estejam motivados, engajados e produtivos. Além disso, eles precisam se manter atualizados sobre as últimas tendências e práticas na gestão de recursos humanos, a fim de agregar valor e impulsionar o crescimento da empresa.

Foco no desenvolvimento contínuo

Desenvolvimento contínuo de habilidades, treinamento e educação são essenciais para manter a empresa competitiva. O RH desempenha um papel crucial na implementação dessas iniciativas, garantindo que a empresa tenha um pipeline de talentos prontos para enfrentar os desafios do futuro.

Isso significa que, além da responsabilidade por questões práticas como controle de ponto ou folhas de pagamento, há maneiras de contribuir para o crescimento do negócio. Isso, inclusive, auxilia em processos mais assertivos. Retenção de talentos, diminuição do  absenteísmo e o turnover são exemplos onde o olhar estratégico do RH faz a diferença.

Na verdade, os benefícios do desenvolvimento organizacional são muitos. Além desses, é possível citar aumento da motivação, engajamento, produtividade, relacionamento interpessoal, entre outros.

Veja também: 10 Atitudes Responsáveis Na Gestão De Saúde E Segurança Para A Sua Empresa

O RH pode acelerar o desenvolvimento organizacional? 

O setor de recursos humanos atua observando as tendências do mercado e  a economia, bem como trabalha com foco na estrutura da empresa, no desenvolvimento da equipe etc. Ou seja: a área tem o papel de se antecipar às tendências e de prever as mudanças necessárias quanto ao quadro de funcionários.

É o RH o setor responsável por trabalhar com o clima organizacional, com as regras, normas e valores da corporação. Também é essa área quem gerencia e capacita a equipe, de modo a melhorar a produtividade da empresa e, assim, o seu desenvolvimento. O setor entende que todo negócio é feito por pessoas e, sem a equipe certa, o funcionamento da organização fica a desejar.

Nesse sentido, o setor de recursos humanos pode propor melhorias para o desempenho da equipe, aperfeiçoar fluxos de trabalho e trabalhar com análise e soluções em relação ao clima organizacional, de forma que seja possível manter engajamento e motivação dos colaboradores junto a outras ações pertinentes. Para isso, fornece treinamentos, cursos e outras atividades com esse propósito.

Em resumo, o RH é peça-chave para levar a empresa ao sucesso. E tudo isso começa com uma contratação assertiva.

Você pode gostar ainda: O Psicólogo E As Práticas De ESG Nas Empresas

Desenvolvimento organizacional impacta na contratação de colaboradores

Já parou para pensar que muitas empresas contratam profissionais ótimos, mas que não se alinham à cultura organizacional? Isso acontece bastante. O grande problema é que, com o tempo, o colaborador percebe que não se identifica com aquela empresa ou aquele setor, o que pode ser fonte de desmotivação, conflitos internos, dificuldade para produzir e como consequência final, algumas vezes, a rotatividade de pessoas.

Estratégia de crescimento e contratação assertiva

Quando uma empresa possui uma visão estratégica e está em um caminho de crescimento, ela entende que todo negócio, principalmente aqueles que envolvem contratações, dependem de fatores vitais como senso de identidade, integração e capacidade de adaptação. Assim, o RH precisa moldar suas práticas em torno de ideais centrais, como o clima organizacional e a cultura da empresa.

Contratação orientada por objetivos

Para uma contratação verdadeiramente assertiva, a empresa precisa ter claramente definidos seus objetivos organizacionais – as metas a serem alcançadas. Uma vez estabelecidos, o RH pode buscar e contratar perfis que se encaixem perfeitamente na visão e realidade da empresa. Contratações assertivas não apenas contribuem para a motivação dos colaboradores, mas também reforçam o senso de pertencimento, pois os profissionais entendem exatamente a importância de seu trabalho para o sucesso do negócio.

Desenvolvimento organizacional e contratação

Este alinhamento estratégico ocorre no âmbito do desenvolvimento organizacional. Uma empresa em expansão reconhecerá a importância de ferramentas que mapeiam o perfil dos profissionais a serem selecionados, garantindo um ajuste ideal entre o candidato e a cultura da empresa.

Uso de ferramentas de avaliação

Por exemplo, se o objetivo da sua empresa é ser líder em segurança no trabalho, é fundamental contar com instrumentos de avaliação que possam identificar a suscetibilidade do candidato a se envolver em situações de risco durante o processo de contratação.

Aprimorando a estratégia de contratação

Além disso, a empresa deve considerar o uso de tecnologias avançadas, como a inteligência artificial e a análise de dados, para melhorar a eficácia de suas estratégias de contratação. Essas ferramentas podem ajudar a identificar candidatos com as habilidades e competências certas, além de prever seu desempenho e adequação à cultura da empresa.

Conheça o teste de personalidade Mapa

Já vimos que, com colaboradores bem selecionados e treinados, a empresa consegue entregar um trabalho de qualidade e, assim, contar com pessoas que tenham os mesmos valores que a empresa.

Deseja ter resultados de produção melhores de forma a alcançar seus objetivos e fidelizar o cliente?  

Então, você precisa conhecer o teste de personalidade Mapa, uma competente ferramenta que gera dados por meio da avaliação de personalidade.  O instrumento avalia até 48 traços, trazendo uma profunda análise que pode auxiliar na tomada de decisões dentro da empresa. 

Nesse sentido, é capaz de evidenciar características emocionais, motivacionais e atitudes de determinada pessoa. Ou seja, é uma ferramenta da avaliação psicológica que mostra como os sujeitos tendem a se comportar em situações distintas, sendo crucial para o desenvolvimento organizacional.


Converse com um especialista para saber mais!