Os 3 principais indicadores de RH indispensáveis na sua empresa

Os 3 principais indicadores de RH indispensáveis na sua empresa

Os indicadores de RH são ferramentas indispensáveis para o departamento de Recursos Humanos de uma organização. Eles permitem medir e qualificar o desempenho e o impacto das ações e processos que envolvem a gestão de pessoas. Com esses indicadores, é possível avaliar e acompanhar a eficiência e o sucesso das práticas de RH, além de fornecer informações para a tomada de decisões estratégicas.

Com bons indicadores de RH, é possível tomar as decisões mais importantes de forma estratégica e bem-sucedida. Afinal, eles constroem uma base sólida para as decisões a partir de informações reais do dia a dia da empresa.

Benefícios dos indicadores de RH

Os indicadores de RH são ferramentas que permitem medir o desempenho das atividades de gestão de pessoas. Eles fornecem dados que ajudam na tomada de decisão, identificação de problemas, monitoramento do engajamento dos colaboradores e análise de custos. Além disso, os indicadores promovem o alinhamento com os objetivos estratégicos da organização e impulsionam a melhoria contínua das práticas de RH. Em resumo, eles são essenciais para avaliar, acompanhar e melhorar o desempenho e o sucesso da área de Recursos Humanos.

Esses indicadores podem estar relacionados aos mais diversos assuntos, desde o nível de absenteísmo dos funcionários até o retorno sobre treinamentos. Por isso, é necessário saber quais são os mais importantes para o seu negócio.

Confira a seguir os 3 principais indicadores de RH e como aplicá-los em sua empresa:

1. Taxa de Turnover

Turnover, também conhecido como taxa de rotatividade, refere-se à taxa de entrada e saída de funcionários em uma organização em um determinado período de tempo. É um indicador utilizado para medir a proporção de funcionários que deixam a empresa (saída) e a proporção de novos funcionários que são contratados (entrada) em relação ao tamanho total da força de trabalho.

O objetivo desse indicador é mensurar a evasão de funcionários, ou seja, o percentual de empregados que deixam a empresa em determinado período. É indispensável acompanhá-lo, especialmente se a sua companhia investe em uma estratégia de marca empregadora.

O Turnover leva em consideração dois dados principais: o número de funcionários desligados da empresa e o número de funcionários em determinado período (geralmente 12 meses). O cálculo é o seguinte:

Turnover = número de funcionários desligados / número de funcionários nos últimos 12 meses x 100

Em torno de 5% é a rotatividade ideal. Caso esse nível esteja mais elevado em seu negócio, então é o momento de repensar sobre o bem-estar e satisfação dos seus trabalhadores.

Veja mais:

Turnover: o que é e por que se preocupar?

Descubra aqui 5 ações para reduzir o turnover na empresa

2. Nível de satisfação dos funcionários (ESI)

Do inglês Employee Satisfaction Index (ESI), seu objetivo é mensurar o grau de contentamento dos colaboradores com seu atual ambiente de trabalho. Quando satisfeitos, os funcionários ficam mais motivados e comprometidos com os resultados.

Para definir o ESI, primeiro, é preciso fazer três perguntas ao seu trabalhador. Solicite que ele responda com notas de 1 a 10. São elas:

  • O quanto está satisfeito com seu atual ambiente de trabalho?
  • Hoje, o seu ambiente de trabalho atende suas expectativas?
  • O quão próximo está seu atual ambiente de trabalho do ideal?

Após coletar o maior número possível de retornos, aplique o seguinte cálculo para encontrar o ESI em sua companhia:

ESI = {[(valor total das respostas ÷ 3) – 1] ÷ 9} x 100

Essa taxa deve ficar em torno de 60%. Caso o ESI esteja muito baixo, então você deve repensar de uma forma geral sua política de gestão de pessoas.

3. Retorno Sobre Investimentos (ROI) como indicadores de RH

Você já parou para pensar se os investimentos em treinamentos realmente interferem na lucratividade do negócio? Se não, agora é um ótimo momento para fazer isso! Com o ROI, você consegue mensurar o retorno financeiro obtido com o treinamento.

O cálculo do ROI leva em consideração o investimento feito no projeto (custos diretos e indiretos) e o retorno financeiro obtido com isso. Veja como cálculo :

ROI = (retorno obtido – investimento inicial) / investimento inicial x 100

Com esse indicador, é possível saber quais investimentos têm gerado mais lucro para a empresa. Assim, você poderá agir de forma estratégica em cada decisão, optando por aumentar ou mitigar determinado investimento.

Confira: Recrutamento e seleção: como otimizar o ROI?

Por fim, agora que você sabe quais são os principais indicadores de RH que devem ser acompanhados constantemente, que tal continuar acompanhando as novidades que postamos aqui no blog? Então, assine gratuitamente a nossa newsletter e receba nossos conteúdos em seu e-mail!

Fale conosco!

Você pode gostar também: Guia Completo De Assessment