Avaliação de Risco e Competências Corporais, qual a importância?

Avaliação de Risco e Competências Corporais, qual a importância?

Conseguir que seus colaboradores e a sua empresa tenham melhores resultados é, atualmente, o maior desafio para alcançar o desenvolvimento organizacional. Trata-se de uma nova forma de pensamento, que avalia e busca melhorar os procedimentos da sua empresa a partir de um olhar interno, demonstrando a necessidade de trabalhar na promoção do desenvolvimento humano: recurso indispensável para a manutenção da sua organização. Assim, as avaliações de risco e de competências corporais funcionam como estratégias eficazes no processo de recrutamento e seleção da empresa ­­e garantem o sucesso da empresa.

Nesse sentido, uma organização só pode ser considerada competente quando consegue intencionalmente promover a transformação. Porém, muitas empresas ainda possuem muitas dificuldades no processo de recrutamento e seleção, por isso, elaboramos algumas dicas e informações para explicar um pouco mais sobre os contextos e a importância da avaliação de risco e competências para a sua empresa alavancar os resultados.

Antes disso, veja: Avaliação Psicológica Para Empresas De Risco Grau 4

Avaliação de competências Corporais

Extremamente valiosa para a empresa e para os colaboradores, ela possibilita que a empresa identifique e desenvolva o potencial de cada funcionário, garantido melhores resultados institucionais. No momento do processo de recrutamento e seleção, permite que o gestor de RH identifique as competências do entrevistado e se elas são importantes para o cargo que o contratado vai exercer.

Para as empresas que visam uma avaliação mais detalhada, o ideal é utilizar softwares que facilitam e dão maior agilidade a esse processo. Esse tipo de software realiza a coleta de informações, cruza os dados e, ao final, produz relatórios detalhados que oferecem maior precisão aos processos de avaliação profissional, possibilitando a obtenção de resultados mais eficientes. A partir dessa avaliação, torna-se possível identificar competências, capacidade e características comportamentais do candidato.

Existem vários objetivos para trabalhar com a avaliação de competências corporais nas organizações, dentre eles:

  • Indica se o funcionário possui as qualificações e habilidades exigidas pelo cargo;
  • Colabora para o aperfeiçoamento contínuo do funcionário;
  • Demonstra a necessidade de investimento em qualificação, como treinamentos e palestras;
  • Proporciona a motivação dos funcionários, demonstrando a evolução de cada colaborador no seu ambiente de trabalho.

Veja mais: Softwares e ferramentas de R&S: saiba a melhor escolha

Avaliação de risco

A avaliação de riscos é o alicerce para uma gestão eficaz da saúde e segurança no trabalho, funcionando como método de prevenção e redução de acidentes e doenças profissionais. É necessário que o gestor de recursos humanos atue como prevencionista, pois tal atitude contribui para melhorar a segurança e a saúde dos trabalhadores e, consequentemente, colabora para o desenvolvimento das empresas, quando identificadas de forma preventiva.

Em geral, os riscos são eventos de caráter negativo, no entanto, durante o processo de avaliação de risco pode-se considerar ainda os potenciais resultados positivos, ou seja, uma boa avaliação de risco é capaz de identificar tanto as armadilhas quanto evidenciar novas oportunidades.

Avaliar corretamente os riscos é fundamental para o bom funcionamento da sua empresa. Isso porque, dessa forma, consegue-se melhorar a qualidade de vida funcional dos colaboradores, prevenindo acidentes e lesões e propiciando a redução do absenteísmo.

Ao contratar funcionários para atividades com maiores riscos ocupacionais fique atento aos seguintes fatores:

Confira também: SAÚDE MENTAL X ACIDENTES DE TRABALHO | Qual Custo De Não Ter Um Programa De Prevenção?

1. Avalie se o entrevistado possui o perfil necessário para ocupar determinado cargo:

Durante o processo de recrutamento e seleção, é fundamental que o responsável pelo setor de recursos humanos avalie os riscos e competências corporais. Dessa forma, é possível evitar contratações erradas, problemas comportamentais e realocação indevida de colaboradores.

Apesar de essencial, trata-se de um procedimento que demanda bastante tempo do recrutador. Por isso muitas vezes a avaliação completa do perfil acaba sendo deixada de lado. Porém, hoje existem várias empresas especialistas em avaliação psicológica. Isso facilita a gestão de pessoas e fornecendo resultados que orientam o perfil funcional de cada colaborador, permitindo que este seja contratado para a área em que terá melhor desempenho.

2. Informe ao colaborador sobre as condições de trabalho

No momento da contratação, o trabalhador deve comunicar ao colaborador sobre os riscos referentes à função para qual foi contratado.

Seguindo esses princípios e com a escolha adequada dos softwares de avaliação, você conseguirá otimizar seu tempo, garantido a eficácia das atividades e o aumento da produtividade da sua empresa. E, enquanto a produtividade não está totalmente alinhada, que tal ler nosso post com as melhores dicas para dar feedback?

Por fim, veja também: Comportamentos prevencionistas: como o MAPA ajuda as empresas na gestão de risco?