Como saber a hora certa de promover um funcionário?

Como saber a hora certa de promover um funcionário?

A decisão de promover um funcionário pode ser complexa, e muitas vezes os gestores não têm clareza sobre qual a hora certa para fazer isso. Algumas empresas, por não terem um departamento de Recursos Humanos bem estruturado ou por não terem políticas de carreira definidas, acabam promovendo colaboradores sem que exista um planejamento estratégico para o desenvolvimento desse profissional alinhado com os objetivos da empresa.

Neste post, vamos expor pontos importantes que devem ser considerados para promover um funcionário de maneira assertiva, representando ganhos para os profissionais de RH, para a empresa e para o colaborador.

A importância do plano de carreira

Em empresas que não têm um plano de cargos e salários consolidado, as promoções normalmente ocorrem por tempo de casa, ou seja, os funcionários mais antigos e que têm mais experiências são promovidos como reconhecimento e tentativa de manutenção desse profissional na empresa. Porém, em muitos casos, nem sempre esse profissional está preparado para a nova função, o que pode trazer consequências para a empresa.

O plano de carreira prevê um acompanhamento de cada colaborador, exigindo metas, cursos e desenvolvimento voltados para a função e para preparação para novo cargo, quando próximos de promoção. Esse plano prevê uma motivação e comprometimento por parte dos colaboradores e auxilia o RH da empresa na assertividade de promoções, focando em capacitações e satisfação dos colaboradores.

Perfil e análise do colaborador

Cabe aos gestores de Recursos Humanos traçarem um perfil de cada colaborador não apenas no momento de contratação, mas como um documento de permanente atualização.

Assim, é possível entender as habilidades e as dificuldades de cada um, entendendo melhor se haverá sucesso ou não caso haja a promoção desse profissional.

Um exemplo que ocorre muito quando não há análise de perfil é promover um funcionário ótimo como operacional para cargos de liderança. Quando ele assume, há queda de produtividade e falta de motivação, pois a nova função não condiz com suas habilidades.

É fundamental também entender se há interesse do colaborador na promoção, pois nem sempre há essa vontade, sendo melhor investir em capacitações específicas para a mesma função.

Promoção de acordo com a estratégia da empresa

É fundamental identificar também qual a estratégia da empresa ao querer promover um funcionário. Será uma expansão e crescimento de áreas, onde será necessário contratar novos colaboradores? Por isso, os funcionários mais experientes e capacitados para desempenho de atividades de gestão serão promovidos? Ou será a necessidade de substituir uma vaga que está disponível por motivos de saída ou promoção de outro colaborador?

Devemos levar em conta todas essas estratégias  para que o profissional que o profissional que terá a promoção entenda as expectativas da empresa em relação aos seus resultados.

Impactos da promoção para a empresa

É fundamental que quando a decisão de promoção for tomada, a empresa e os outros colaboradores sejam comunicados de maneira adequada. Isso evita repercussões negativas que trariam problemas de clima organizacional e de queda de produtividade.

O colaborador em sua nova função deve executar suas atividades com comprometimento, auxiliando os subordinados da melhor maneira. Cabe ao RH promover treinamentos adequados para que essa transição seja tranquila.

Promover um funcionário deve ser tarefa com planejamento e com foco no desempenho esperado pela organização. Comente abaixo o que achou do conteúdo.

Fale conosco!